Loading...

Pesquisar

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Direitos e Deveres do Vigilante



Direitos

A
rt. 117. Assegura-se ao vigilante:

I - o recebimento de uniforme, devidamente autorizado, às expensas do empregador;

II - porte de arma, quando em efetivo exercício;

III - a utilização de materiais e equipamentos em perfeito funcionamento e estado de conservação, inclusive armas e munições;

IV - a utilização de sistema de comunicação em perfeito estado de funcionamento;

V - treinamento permanente de prática de tiro e de defesa pessoal;

VI - seguro de vida em grupo, feito pelo empregador;

VII - prisão especial por ato decorrente do exercício da atividade.

Deveres

Art. 118. São deveres dos vigilantes:

I - exercer as suas atividades com urbanidade, probidade e denodo;

II - utilizar, adequadamente, o uniforme autorizado, apenas em serviço;

III - portar a Carteira Nacional de Vigilante - CNV;

IV - manter-se adstrito ao local sob vigilância, observando-se as peculiaridades das atividades de transporte de valores, escolta armada e segurança pessoal;

V - comunicar, ao seu superior hierárquico, quaisquer incidentes ocorridos no serviço, assim como quaisquer irregularidades relativas ao equipamento que utiliza, em especial quanto ao armamento, munições e colete à prova de balas, não se eximindo o empregador do dever de fiscalização.

http://www.dpf.gov.br/web/informa/segurancaprivada/portaria_387_2006_dg.pdf

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

ABAIXO ASSINADO SOBRE ADICIONAL DE PERICULOSIDADE

O Site O Portal do Vigilante vendo toda essa luta do profissional pela aprovação do Projeto de Lei 1033/2003 que busca instituir o adicional de periculosidade de 30% para os vigilantes, resolveu criar um abaixo-assinado eletrônico para que todos os vigilantes tenham acesso e possam assinar mostrando aos Deputados sua indignação. 
O texto do abaixo-assinado contém as seguintes palavras:

"À Câmara dos Deputados

Excelentíssimos Senhores Deputados, este abaixo-assinado está sendo divulgado para que V.Ex.as tomem conhecimento do número de profissionais de segurança, chefes de família, que anseiam por esta aprovação. Talvez assim V.Ex.as se dignem executar vossas tarefas com mais fervor em prol de seus eleitores aprovando, definitivamente, sem mais tardar, o Projeto de Lei 1033/2003 apresentado pela da Deputada Vanessa Grazziotin - PCdoB/AM, em 21/05/2003 que ainda tramita nesta casa faz tanto tempo, mais precisamente há 8 longos anos".

Para você assinar é muito simples: clique no link abaixo, preencha os campos solicitados e envie sua assinatura. Vamos fazer barulho e mostrar quantos somos em todo o Brasil. Divulguem para seus colegas, por e-mail, facebook, twitter, orkut e etc.

sábado, 23 de julho de 2011

Adicional de periculosidade para vigilantes é aprovado em Comissão

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, no dia 13, proposta que garante adicional de periculosidade de 30% sobre o salário para vigilantes e empregados em transporte de valores.


O texto aprovado é a emenda do Senado ao projeto da atual senadora Vanessa Grazziotin (PL 1033/03), aprovado pela Câmara em 2009.


O relator na CCJ, deputado Nelson Pellegrino, apresentou parecer favorável.


 “Os vigilantes arriscam sua vida no dia a dia. Por isso, é mais do que justo garantir o adicional de periculosidade à categoria”, disse, em reunião que contou com a presença de profissionais do setor.


Tramitação - A proposta já foi aprovada pela Comissão de Trabalho e depende de análise do plenário.
 

Fonte: Agência Câmara de Notícias e Agência Sindical

domingo, 26 de junho de 2011

CONVENÇÃO COLETIVA 2011/2012

CONVENÇÃO COLETIVA 2011/2012

NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000943/2011
DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/06/2011
NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR022786/2011
NÚMERO DO PROCESSO: 46215.017354/2011-30
DATA DO PROTOCOLO: 23/05/2011
SINDICATO DOS VIG SEG VIG T VAL CONEXOS MUN RIO JANEIRO, CNPJ n. 31.887.029/0001-60, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). FERNANDO ANTONIO BANDEIRA;
E
SINDICATO DAS EMPRESAS DE SEG.PRIVADA,VIGILANCIA PATRIMONIAL,SISTEMAS DE SEGURANCA,ESCOLTA,SEG.PESSOAL E CURSOS DE FORMACAO NO EST.DO RIO DE JANEIRO, CNPJ n. 30.903.678/0001-45, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). FREDERICO CARLOS CRIM CAMARA;
celebram a presente CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, estipulando as condições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes:
CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE
As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de 1º de março de 2011 a 29 de fevereiro de 2012 e a data-base da categoria em 1º de março.
CLÁUSULA SEGUNDA - ABRANGÊNCIA
A presente Convenção Coletiva de Trabalho abrangerá a(s) categoria(s) Profissional, plano da CNTC - Vigilantes e Empregados em Empresas de Segurança e Vigilância do Município do Rio de Janeiro, com abrangência territorial em Rio de Janeiro/RJ.

terça-feira, 19 de abril de 2011

COPA DO MUNDO PRECISARÁ DE 50 MIL SEGURANÇAS PARTICULARES


Comitê Organizador da Copa do Mundo da Fifa e a Polícia Federal iniciaram conversações para a criação de uma grade curricular específica para treinar seguranças.

Estudo do Sebrae aponta mais de 400 oportunidades de negócio para a Copa de 2014. A segurança nos estádios da Copa do Mundo de 2014 será feita por cerca de 50 mil stewards (mordomos), profissionais que trabalham na segurança interna dos estádios nos grandes eventos internacionais e que estarão presentes também na Copa das Confederações da FIFA, em 2013. As Polícias Militares e Civis nos Estados ficarão com a fiscalização fora dos estádios de futebol, em ruas no entorno, nos aeroportos, portos, ruas e avenidas das cidades-sedes.

"A Fifa já deixou claro que a segurança particular cuidará de seus convidados, sejam eles jogadores ou torcedores. A Polícia Federal está acompanhando de perto todas as conversações para a capacitação desses agentes de segurança particular", diz o vice-presidente Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado de São Paulo (Sevesp), João Palhuca.

E para formar stewards com padrão internacional, o Comitê Organizador da Copa do Mundo da FIFA e a Polícia Federal iniciaram conversações para a criação de uma grade curricular específica. Deverão ser treinados 50 mil agentes em todo o país.

Atualmente, o Brasil tem quase 2 milhões de vigilantes formados em cursos que são fiscalizados pela Polícia Federal. Para se tornarem stewards e trabalharem na Copa do Mundo da Fifa, os novos vigilantes terão de assistir aulas específicas desta nova grade curricular que será criada.

Segundo site da Fifa, o investimento da Polícia Federal previsto até 2014, para regular, fiscalizar e controlar a atividade de segurança privada no país, gira em torno de R$ 9,8 milhões.

Em cada estádio, cerca de 3.000 vigilantes, devidamente cadastrados na Polícia Federal, devem ficar responsáveis pela segurança no complexo interno das arenas (tendas de patrocinadores, área de circulação de pessoas, estacionamentos e catracas).

De acordo com Palhuca, os sindicatos em todo o Brasil ajudarão a Fifa no cadastramento das empresas interessadas em ter stewards para atuarem no mundial de futebol e também nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. "Esse cadastro não está destinado a aventureiros ou empresas que não estejam devidamente regularizadas", diz o vice-presidente.

Há no Estado de São Paulo cerca de 1.200 empresas de vigilância, mas apenas um terço está regularizada. "Não registrar os empregados e garantir a eles os direitos previdenciários e trabalhistas faz com que a empresa não esteja regular. Essas, com certeza, não passarão pelo crivo da seleção". 


Fonte.:  http://www.abso.org.br/novo/site/noticias.asp?id=9960

quarta-feira, 2 de março de 2011

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Cursos Oferecidos Pela Oportunidade Seg

  • Curso de Formação de Vigilantes;(CFV)
  • Curso de Formação de Extensivo em Transporte de Valores;(CETV)
  • Curso de Formação em Escolta Armada;(CEA)
  • Curso de Formação em Segurança Privada;(CSPP)
  • Reciclagem do Curso de Formação de Vigilantes;(RFV)
  • Reciclagem do Curso de Formação em Transporte de Valores;(RETV)
  • Reciclagem do Curso de Formação em Escolta Armada;(REA)
  • Reciclagem do Formação em Segurança Privada;(RSPP)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga por Email